Entenda as diferenças entre um checkout padrão e um checkout transparente e como alavancar as vendas do seu e-commerce.

Uma das maiores dificuldades encontradas pelos e-commerces é justamente aumentar sua taxa de conversão e, por consequência, as vendas realizadas. Esta taxa de conversão é representada pela porcentagem dos consumidores que acessam a página em busca de algum produto em relação àqueles que realmente efetuam a compra ao final.

Um estudo realizado pela Forrester Research, companhia americana responsável por pesquisas de mercado, aponta que em torno de 83% dos varejos brasileiros digitais sofrem por problemas de abandono de carrinho de seus consumidores. Além disso, um checkout complicado representa 11% destas desistências.

Um checkout complicado é sinônimo de retrabalho e perda de tempo para os consumidores, o que acaba resultando em perda de interesse pelo produto e, por fim, desistência da compra. Isto acontece quando, após escolher os produtos desejados e digitar suas informações pessoais necessárias, ele é redirecionado para uma outra página complementar, normalmente representada por um intermediador, o qual ficará responsável pelo pagamento. Outro problema apresentado por este tipo de checkout é uma quantidade excessiva de campos a serem preenchidos, demandando um maior número de cliques e palavras digitadas.

Abaixo, é possível visualizar este modelo de checkout, no qual o cliente é redirecionado a uma nova página do intermediador para fazer o pagamento.

Imagem 1 – Modelo de Checkout pedrão
Imagem 2 – Pagamento de checkout padrão
Imagem 3 – Redirecionamento ao intermediador responsável pelo pagamento

Em grande parte dos casos, ao ser redirecionado a esta nova página, é necessário informar seus dados pessoais novamente, ou até mesmo a realizar um novo cadastro, como no caso observado acima. Além do estresse causado pelo retrabalho do consumidor, são raras as localidades no Brasil que possuem uma rede móvel de qualidade, o que resulta em lentidão nos processos realizados através da internet 3G.

Vale destacar que no Brasil, de acordo com o IBGE, cerca de 92% dos acessos realizados à rede de internet são através de aparelhos móveis. Outro ponto importante é que cerca de 35% dos pagamentos digitais realizados em 2017 foram por meio de celulares. Ou seja, é fundamental que sua loja digital evite redirecionar seus consumidores a outras páginas, tentando sempre finalizar o pedido em um só local.

Esta é justamente a vantagem alcançada através da utilização de um checkout transparente. Este modelo consiste em manter o cliente na mesma página o tempo todo, desde o momento em que finaliza a escolha dos produtos, até receber a confirmação do pagamento. Além dos benefícios já citados anteriormente, de redução do tempo de compra e de estresse por retrabalho, também contribui para que o cliente se cinta mais seguro e confortável em conceder suas informações pessoais, sem desconfiar de sites diferentes da própria loja. Este é um modelo de checkout transparente, onde todos os processos da compra são realizados na mesma página.

Imagem 4 – Modelo de checkout transparente

Na perspectiva dos consumidores, uma única página de checkout representa um maior incentivo para a finalização do pedido, com uma necessidade menor de pensar e se esforçar, induzindo-o a comprar de forma mais espontânea e intuitiva.

Uma simples solução que pode resultar em um aumento considerável nas vendas do seu e-commerce. Além de reduzir o abandono do carrinho, ainda é capaz de aumentar a fidelidade dos seus consumidores que retornarão para futuras compras com mais confiança e disposição.