Mix de Marketing: como os 4ps podem ajudar seu e-commerce

Mix de Marketing

O Mix de Marketing também é conhecido como Composto de Marketing ou ainda, 4 Ps do marketing. Esses 4 Ps podem ser vistos como os pilares que dão a estrutura para a sua estratégia de marketing, ou seja, se um deles estiver fraco, sua estratégia não poderá se sustentar.

E quais são esses 4 elementos? Produto, Preço, Praça e Promoção. Essas são as 4 chaves para o sucesso da sua estratégia de marketing. Fique tranquilo, vou explicar em detalhes o que é cada uma dessas coisas.

Ao longo desse artigo vou lhe apresentar todos os principais conceitos, como você pode colocá-los na prática e também como o CartX pode lhe ajudar a construir um bom mix de marketing. Sem mais delongas, vamos ao que interessa.

O que é mix de marketing é qual a sua importância?

O mix de marketing é um jeito mais fácil de visualizar os quatro principais pontos do marketing, segundo Jerome McCarthy, o criador desse conceito. Mais tarde essa ideia foi propagada e popularizada por Philip Kotler. 

Se você dominar todos os quatro Ps do marketing, você terá em mãos uma estratégia muito poderosa e lucrativa. Esse conceito surgiu lá na década de 60, e aqui estamos, 60 anos depois, ainda aprendendo sobre isso.

E com a popularização do marketing digital nos últimos anos, o mix de marketing está mais relevante do que nunca. A verdade é que os 4 Ps são extremamente importantes e atemporais, tanto que eles fazem parte da vida de qualquer profissional que trabalhe com publicidade até hoje. 

A boa notícia é que você não precisa ser um profissional formado para entender como aplicar os 4 Ps no seu negócio, apenas continue acompanhando o artigo que vou lhe ajudar com isso.

O mix de marketing é importante porque ele lhe permite ir além de uma simples propaganda, ele permite que você divulgue sua marca, gere valor para o cliente e faça com que ele se torne fiel à você. E uma das coisas que toda empresa busca é aumentar o seu LTV – life time value.

Crie sua loja online gratuitamente com a Cartx

4 Ps do marketing: o conceito de Mix de Marketing

conceito de Mix de Marketing

Nós já sabemos que os 4Ps são Produto, Preço, Praça e Promoção. Agora é hora de analisar cada um deles e conhecer melhor qual é o papel de cada um deles.

Vamos olhar um por um para facilitar o entendimento. Prometo não complicar as coisas para você.

Produto

Se engana quem pensa que esse pilar diz respeito apenas ao produto físico ou ao serviço que você está oferecendo.

Claro que isso também está incluso, mas o que mais estamos buscando apresentar aqui é o valor que você está passando ao cliente. No nosso artigo que fala sobre gatilhos emocionais eu menciono que você deve vender uma solução, não apenas o produto. Esse é um exemplo na prática do primeiro pilar.

Tente fazer essas perguntas, organize um brainstorming com a equipe e veja se seu marketing oferece as respostas:

  • Qual vantagem eu tenho adquirindo esse produto ou serviço?
  • O produto é realmente útil?
  • Ele desperta algum sentimento profundo no cliente?
  • Quais são as principais características dele?
  • O nome remete à algo que lembre o produto?
  • Como as pessoas usariam esse produto?

Busque sempre cobrir todos esses pontos e você terá um bom jeito de mostrar o seu produto.

Preço

O nosso segundo pilar é um dos mais importantes e o que menos perdoa as falhas. Buscar um preço que seja compatível com o mercado e ao mesmo tempo traga um lucro satisfatório pode ser como andar na corda bamba, é bem complicado.

Especialmente quando você é uma loja pequena e precisa competir com os preços praticados pelas grandes lojas do mercado. No entanto, não é impossível. Se você conseguir aplicar os outros conceitos e mostrar que seu produto vale o preço que você está pedindo, você terá ótimas vendas.

Tenho certeza que alguma vez você já fez questão de pagar mais caro em um produto que você julgou que tinha qualidade superior e que lhe traria um valor maior. Todos somos assim. É claro que nem sempre o orçamento permite, mas os clientes sempre estão buscando o maior benefício pelo melhor preço possível – perceba que eu disse melhor, e não menor.

Na hora de fazer a precificação do seu produto você deve considerar os seguintes pontos: seus custos, o preço cobrado pelos seus concorrentes, quais são as vantagens e desvantagens do seu produto perante aos concorrentes e se você consegue fazer o cliente enxergar que o valor cobrado é justo.

Praça

Esse terceiro pilar também é bem fácil de ser compreendido, apesar do nome em português não deixar isso tão claro. Esse P vem do inglês, de Placement, que numa tradução livre seria “posicionamento no mercado”.

A praça vai um pouco além do local, ela engloba desde o espaço onde seu produto está à mostra como todos os meios de distribuição, ou seja, como o seu produto aparece no mercado como um todo. 

Aqui você deve trabalhar a forma como você vai fazer para chegar até o seu cliente.

Se você está aqui em nosso blog é possível que esteja bem interessado em montar uma loja online, portanto, vamos considerar ela como um exemplo.

A praça do e-commerce pode ser a sua própria loja virtual, um vídeo na internet, suas páginas de redes sociais, sites de pesquisa, Facebook Shop, Instagram Shopping e por aí vai…

Considere esses pontos quando estiver pensando na sua praça:

  • Qual é o canal mais procurado pelos seus clientes?
  • Todos os canais que você utiliza são lucrativos?
  • A experiência na sua loja online é tão boa quanto na sua loja física? (ou vice-versa)
  • Como está a sua exposição em cada um dos canais?
  • Existe algum canal muito importante que você está deixando de fora?
  • Como você vai distribuir os seus produtos?

Promoção

E pra finalizar todos os pilares nós temos a promoção. Nesse caso estamos falando no sentido de promover sua marca, não de realizar uma promoção especial com descontos.

Esse pilar aborda o modo como você divulga sua marca e como você pode deixar claro para o seu cliente que ele precisa adquirir seu produto ou serviço.

Deixei esse P por último de propósito, pois acredito que quando nós já definimos todos os outros 3 Ps, fica muito mais fácil trabalhar na promoção.

Hoje em dia divulgar seus produtos está mais acessível do que nunca. Você não precisa investir centenas ou milhares de Reais num anúncio na televisão. As redes sociais oferecem grandes oportunidades para você divulgar seu produto.

Mas devemos sempre ter em mente nosso público-alvo. Não adianta você querer divulgar um produto que é mais utilizado por pessoas acima de 60 anos numa rede social como o TikTok, por exemplo, onde o público é majoritariamente jovem.

Aqui você pode investir em diversos meios de promoção, como panfletos, anúncios em outdoors, campanhas de e-mail, parcerias com influencers, anúncios pagos em redes sociais, entre muitos outros. Escolha o que for mais relevante para seu negócio e vá em frente.

Às vezes, diversificar as estratégias também pode ser muito bom. Você não precisa investir tudo numa só opção, mas lembre-se de não atirar para todos os lados. Escolha dois ou três métodos que se complementam e que sejam compatíveis com seu público.

Faça essas reflexões na hora de pensar na promoção:

  • Por onde meu público-alvo costuma consumir conteúdo?
  • Em qual meio de comunicação devo ser mais presente?
  • Meu produto depende de vendas sazonais (Natal, carnaval, páscoa, dia dos namorados)?
  • O que meus concorrentes estão fazendo?
  • Qual formato de mídia meu público-alvo gosta mais?
  • Existem influenciadores relevantes que sejam acessíveis no meu ramo?

A evolução do mix de marketing: os 7ps

evolução do mix de marketing: os 7ps

Lembra que mencionei mais cedo que o conceito do mix de marketing e os 4 Ps surgiu lá na década de 60? Então, de lá pra cá ele sofreu algumas alterações e recebeu novas adições.

Hoje em dia alguns lugares também falam bastante sobre outros 3 Ps: Pessoas, Processos e Prova física.

De maneira breve, vou mostrar o que são esses outros Ps e o que você precisa saber sobre eles.

Pessoas

Nosso primeiro pilar “adicional” é o de pessoas. Aqui você trabalha a relação com o cliente, num aspecto mais emocional.

Não basta apenas apostar na racionalidade do consumidor, você precisa também tocar nas emoções dele. O marketing deixou de ser uma coisa robótica e está passando a ser algo mais amigável, mais pessoal. É por isso que vemos cada vez mais as empresas adotando uma postura mais descontraída nas redes sociais.

Os clientes gostam de se relacionar com as marcas, gostam de ter essa conexão. E é difícil ter isso quando a empresa parece que só liga para seu dinheiro e absolutamente nada mais.

Para garantir que seu pilar de Pessoas esteja firme, preste bastante atenção nos seus funcionários, especialmente os que terão contato direto com o cliente, pois eles serão a cara da sua empresa. 

Uma equipe bem alinhada e bem treinada que é capaz de oferecer um atendimento humano faz toda a diferença aqui.

Processos

No pilar de processos nós englobamos todas as atividades e os procedimentos padrões a serem seguidos na prestação do serviço.

Ou seja, aqui estão todos os passos que você faz para entregar uma experiência positiva para seu cliente. Como por exemplo, como vai ser o primeiro contato com o produto, o processo de venda, o atendimento pós-venda e qualquer tipo de interação ou relação com o cliente, por meio online ou presencial.

O ideal é que você tenha um processo que seja igual para todos, mas que abra espaços para flexibilização quando for necessário. Sabemos que todos os clientes são diferentes, mas garantir que você possa oferecer um serviço de mesma qualidade para todos é essencial.

Esse conceito é ainda mais importante quando você está trabalhando com uma equipe. Sua equipe toda precisa seguir o mesmo processo para garantir os melhores resultados.

Prova física

Esse pilar diz respeito ao local de venda. Sim, esse aqui realmente aborda o espaço físico, diferente do pilar de Praça. Mas também se aplica ao espaço digital.

Para facilitar o entendimento, tente imaginar a qualidade do seu serviço ou produto como algo físico, algo tangível. Você sabe que seu produto é bom e entende o motivo por trás disso, agora é hora de mostrar isso para seu cliente.

E como você pode fazer isso? Através de um espaço físico bem organizado, com boa iluminação, cheiros agradáveis e bonito de se olhar.

Caso você tenha uma loja virtual você pode pensar na disposição dos elementos na página, na facilidade de navegar pelo site, na qualidade das imagens e até mesmo no tempo de carregamento da página.

Outras maneiras mais indiretas de trabalhar na prova física está na embalagem do produto e até mesmo na qualidade do seu atendimento. Qualquer coisa que seu cliente possa olhar e falar “Eu reconheço esse produto por causa disso, disso e daquilo”.

Como fazer um mix de marketing na prática

Como fazer um mix de marketing

Está com dificuldade de visualizar todos esses pilares sendo colocados em prática? Não esquenta, vou trazer um passo-a-passo bem simples para você seguir na hora de montar seu primeiro mix de marketing:

1º – Escolha o objetivo da campanha

Antes de começar, você precisa saber o que quer alcançar com esse mix. Você quer que as pessoas comprem direto o seu produto ou está simplesmente querendo apresentar sua marca?

Ou talvez você queira dar uma resposta direta a um concorrente que lançou uma estratégia boa, seja como for, tenha bem claro na sua mente seu objetivo antes de prosseguir.

2º – Estude seus concorrentes

Conhecer o mercado e saber o que seus concorrentes estão fazendo lhe dará um bom senso de direção na hora de montar seu mix.

Mas também não esqueça de analisar o seu cliente. Conhecer seu público-alvo e seus hábitos é extremamente importante para garantir o sucesso do seu mix.

3º – Tenha uma persona em mente

Esse passo é uma extensão do ponto que mencionei anteriormente. Aqui você deve fazer uma análise mais profunda do seu cliente: seus hábitos, a renda estimada, como ele costuma adquirir seus produtos, quais são suas necessidades e seus desejos.

Em outras palavras, você deve criar uma persona para seu negócio. E com essa persona definida você poderá tomar ações mais assertivas.

4º – Comece a agir em cima dos 4 Ps

Esse é o nosso último passo. Chegamos na parte final onde você começa a dar tchau para o planejamento e vai para a parte prática.

Aqui você começa a montar a sua campanha de marketing seguindo todos os pontos que foram elaborados. Não se esqueça de responder as perguntas que foram levantadas em cada um dos pilares para ter uma campanha sólida e de alta conversão.

Clique e faça parte do melhor grupo de e-commerce do Brasil 

Como a CartX pode ajudar seu e-commerce com o mix de marketing

O CartX pode lhe ajudar na hora de colocar todas as suas estratégias de marketing na prática. Nós oferecemos diversas ferramentas que ajudam você a coletar informações dos clientes e também conseguir meios de se comunicar com o seu cliente.

Por exemplo, se você utiliza o Speak, que é a nossa solução para conversão de carrinhos abandonados e boletos, é possível elaborar uma estratégia de marketing voltada especificamente para esse público.

Por outro lado, as integrações que temos disponíveis em nossa plataforma ajudam você a alcançar seus visitantes por múltiplos canais, como e-mail, WhatsApp ou até mesmo um chat ao vivo em sua loja.

Seja qual for a estratégia que você estiver pensando em utilizar, o CartX tem um jeito de ajudar você a chegar lá.

Recapitulando sobre o Mix de Marketing

No post de hoje nós passamos por muitos conceitos diferentes, sei que pode ser bastante informação para associar de uma só vez, então vamos dar uma breve recapitulada no que vimos hoje.

O mix de marketing é um modelo que define que toda estratégia de marketing precisa atender em 4 pontos para funcionar: Produto, Preço, Praça e Promoção. Posteriormente foram adicionados mais 3 Ps: Pessoas, Processos e Prova física.

Todos esses pontos precisam ser abordados e pensados com bastante cuidado para garantir que você consiga marcar presença e divulgar seu produto com sucesso.

O mix de marketing é um conceito que já existe há aproximadamente 60 anos e ainda não perdeu relevância, pelo contrário, está sendo cada vez mais utilizado no mundo do marketing digital. E se você quer criar campanhas de sucesso, é melhor que conheça os 4 Ps bem direitinho.

Caso você ainda não tenha montado sua loja virtual, recomendo que você acesse o nosso artigo Loja online: Guia completo para montar a sua ainda hoje. Até a próxima!

Quer aprender e-commerce?

Inscreva-se no boletim informativo da CartX para receber mais conteúdo premium.

Comentários

Deixe um comentário

Outras notícias

O carrinho abandonado no e-commerce é reflexo de muitos problemas que podem estar associados à loja online. Por isso, ao detectar uma taxa de